quinta-feira, 7 de março de 2019

Guillaume Faye 1949-2019 - Ex-príncipe herdeiro da Nova Direita Francesa


John Bruce Leonard
Editorial Arktos

É com grande tristeza que soubemos do falecimento esta noite (7 de março) de Guillaume Faye. Embora homens de seu calibre e coragem nunca podem viver tempo suficiente, seu nome não irá desaparecer com seu portador: Faye será lembrado por muito tempo na qualidade, visão, amplitude e vivacidade de suas palavras. Seu trabalho tem educado alguns dos melhores dos jovens de hoje, que podem vir a viver as catástrofes que ele anteviu e tentou nos alertar contra.

            Faye sacrificou muitas coisas, inclusive no fim sua própria saúde, pela futuro da Europa. Seu trabalho foi incansável e ele nunca poupou ele próprio. Então ele pode descansar em paz.

            Guillaume Faye nasceu em 1949 e recebeu um Ph.D. em Ciência Política do Institut d’estudes politiques de Paris. Ele foi um dos principais organizadores da Nova Direita Francesa GRECE (Groupement de recherche et d’etudes pour la civilisation europeenne) durante os anos da década de 1970 e 1980, e ao mesmo tempo cultivou sua carreira como um jornalista, particularmente nos noticiários revistas Figaro e Paris-Match. Em 1986 ele deixou o GRECE após entrar em desacordo com a direção do grupo, o qual ele achou que estava se tornando excessivamente acadêmico e menos engajado com os problemas reais confrontando a Europa. Por mais que uma década, ele trabalhou como locutor da estação de rádio francesa Skyrock, e no programa Telematin o qual ia ao ar na France 2 TV. Ele retornou ao campo da filosofia política em 1998 quando um número de seus novos ensaios foi coletado e publicado no volume Archeofuturism, o qual tinha também sido publicado em inglês pela Arktos. Desde então ele tinha produzido uma série de livros os quais têm desafiado e revigorado os leitores da Europa e América do Norte.

Guillaume Faye

            Seus livros têm se tornado leitura obrigatória para os direitistas e identitários europeus, indiferente se eles concordam ou discordam com suas ideias. Durante a última década, Faye esteve acostumado à controvérsia, tendo publicado livros sobre imigração, o ‘choque das civilizações’, e a questão da relação da direita com o islamismo e o sionismo. Ele também publicou um jornal mensal, J’ai Tout Compris (Eu compreendi tudo!). Ele é muito influente sobre o movimento identitário, e rejeita a ideologia comunitária é pró-Terceiro Mundo propagada pelos seus ex-colegas do GRECE. Ele [era] também um frequente contribuinte para o grupo Terre et Peuple (Terra e Povo), e ainda [dava] palestras e [escrevia] frequentemente. Arktos tem também publicado seus livros Why We Fight, o qual é um manifesto em forma de um dicionário para revolucionários identitários do Ocidente, e Convergence of Catastrophes, que é uma visão geral de muitas crises que Faye acredita que a humanidade irá ter de confrontar no futuro próximo. Arktos está publicando uma série contínua de seus trabalhos em inglês.

Tradução e palavras em colchetes por Mykel Alexander   


Os livros de Guillaume Faye publicados pela Arktos são:

A Global Coup, 2017

Understanding Islam, 2016

Archeofuturism 2.0, 2016

The Colonisation of Europe, 2016

Sex and Deviance, 2014

Convergence of Catastrophes, 2012

Why We Fight, 2011

Archeofuturism, 2010




Editor: John Bruce Leonard estudou Filosofia, Letras, e Idiomas em um currículo universitário baseado exclusivamente nos grandes livros da Tradição Ocidental. Após obter sua graduação em Artes Liberais, ele mudou-se permanentemente para a Itália, onde ele nutre sua preocupação com a herança e o futuro da Europa. Ele juntou-se a Arktos em 2017.

_________________________________________________________________________________

Relacionado, leia também:

Migrantes: intervenções “humanitárias” geralmente fazem as coisas piores – Entrevista com Alain de Benoist

O mundo dos indo-europeus - Por Alain de Benoist

O Solstício de Inverno: Símbolo da antiguidade da civilização europeia – por David Duke

Monoteísmo x Politeísmo – por Tomislav Sunić

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão publicados apenas quando se referirem ESPECIFICAMENTE AO CONTEÚDO do artigo.